sábado, 25 de setembro de 2010

REFLEXÃO: APRENDEDO COM OS GANSOS

APRENDENDO COM OS GANSOS

Quando os gansos selvagens voam em formação de “v”, eles o fazem a uma velocidade 70% maior do que se estivessem voando sozinhos. Acontece que, à medida que cada pássaro bate suas asas, é criada uma sustentação para o pássaro que o segue.
Quando o ganso que está no ápice do “v” fica cansado, ele passa para trás da formação e outro ganso voa para a posição de ponta.
Durante o vôo, os gansos de trás grasnam para encorajar aqueles que vão à frente a manterem o ritmo e a velocidade. Quando um ganso adoece ou se fere e deixa o grupo, dois outros gansos saem da formação e o seguem para ajudá-lo e protegê-lo. Eles o acompanham até a solução do problema e então os três reiniciam a jornada ou juntam-se à outra formação, até encontrarem o grupo original.
Pessoas que compartilham uma direção comum e senso de equipe, chegam ao seu destino com mais facilidade e rapidez, porque se apóiam na confiança umas das outras. Existe força, poder e segurança quando um grupo caminha na mesma direção e tem um objetivo comum.
Quando se necessita fazer um trabalho árduo o revezamento é vantajoso. Todos nós necessitamos ser reforçados, com apoio ativo e encorajamento. Precisamos ser solidários nas dificuldades.
Sempre que você observar uma formação de gansos voando, lembre-se que é uma recompensa, um desafio e um privilégio fazer parte de uma equipe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário